Me empresta o fone #2

Pedir o fone emprestado, principalmente quando a pessoa quer ouvir o que você está ouvindo junto, pode ser beeem chato. Mas aqui, a história é diferente! O Me empresta o fone? é o jeito simples e fácil de dividir com vocês aquela música que eu não consigo parar de ouvir.

Olha, demorou pra eu voltar a falar de Miley Cyrus por aqui. O momento, porém, não poderia ser mais oportuno. A moça virou notícia porque anunciou seu primeiro single desde 2015. Junto com a novidade que puxa todo um álbum voltado para o country, vem uma mudança de estilo também na vida.

Miley cansou de aparecer seminua por ai, está limpa e quer ser (mais) respeitada como artista. Sobretudo, ganhar a confiança dos fãs de country, uma paixão antiga dela que é afilhada de ninguém menos que Dolly Parton.

E é justamente nesse universo todo que chegamos à Jolene. A gravação original é da própria Miss Parton, mas esta – com algumas alterações na letra – com a menina Cyrus é minha favorita. Um “segredo”? Gosto tanto e escuto tanto que já falei dela no blog antes, em 2015 ;)

E enquanto Malibu (o novo single, que sai dia 11 de maio) não chega, vamos de You Gonna Make Me Lonesome When You Go, um cover de Bob Dylan que eu encontrei enquanto escrevia o post. É antigo (2012), mas não tinha ouvido ainda:

 Chegou até aqui, mas ainda está torcendo o nariz?

Yellow tem leitores plurais, de gostos diversos. Sei que tem gente aqui que curte a Miley desde sempre: música, estilo, escolhas… Eu, como nunca me identifiquei muito com o som dela e faço parte de uma geração mais antiga rs, tendo a crer que é sempre importante chamar a atenção de outras pessoas que ainda tenham dificuldade de olhar a moça com bons olhos.

Precisa gostar da Miley Cyrus então? Não. Obviamente, não precisa. Mas, antes que ela surja com um estilo e proposta diferentes, corre neste post – um dos meus favoritos do blog – e dê uma chance para o De Madonna à Miley. Depois volta para comentar comigo e acompanhar o que ela ainda vai nos apresentar…

 

Anúncios

15 comentários sobre “Me empresta o fone #2

  1. Sempre gostei das músicas da Miley Cirus, mas quandio encontrei há uns anos o Jolene no youtube cantado por ela fiquei de queixo caído. Uma coisa é ouvi-la cantar Can’t Be Tamed, ouvir a voz dela com ritmos mais suaves e vê-la numa versão mais crua é fantástico. Mostrei a um amigo que teve a mesma reacção que eu, andou a ouvi-la durante uns tempos. Não conhecia a versão da música do Dylan, mas está muito bom.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu nunca fui fã da música pop da Miley. Nem sequer acompanhei a carreira dela para falar com muita propriedade. Mas desde a primeira vez que a ouvir cantar num estilo mais limpo, voz e violão, gostei muito! Por isso, estou curiosa para saber o que vem por ai com Malibu e o próximo álbum também!

      Curtido por 2 pessoas

  2. Não me recordo plenamente das tantas vezes que ouvi a Miley cantando Jolene. Fato, quem nunca tentou cantar igual, hahaha… mas é muito bom saber dessa notícia do novo single Lari! Boas expectativas fluindo aqui. :)

    Curtido por 1 pessoa

  3. Bem, não sou a maior das fãs de Miley como pessoa, mas isso nunca me impediu de acompanhar/admirar boa parte de seu trabalho pós-Hannah Montana (falo a partir do EP The Time of Our Lives, há uns 8 anos). Admito que gosto de muitas das faixas pop que ela já gravou, mas gosto bem mais das ballads (Obsessed; When I Look at You) e também das que se aproximam mais do country. Obviamente, então, eu amei saber que o novo trabalho dela será mais voltado para o country (oh! hahaha) e mais comportado HAHAHAHA Já ouvi Malibu e gostei bem mais que das sonoridades predominantes em “Bangerz” e “Miley Cyrus and Her Dead Petz” e, claro, AMO quando ela canta músicas como Jolene e You Gonna Make Me Lonesome When You Go, pois é nesse tipo de música que seu timbre bastante peculiar e sua capcidade vocal sobressaem de verdade. Logo, estou louca por escutar por inteiro o novo trabalho dela :)

    Aliás, recomendo a versão dela em dueto com Ariana Grande para “Don’t Dream It’s Over”, é maravilhosa!

    Beijos e excelente semana!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fui correndo procurar essa versão de Don’t Dream It’s Over. Eu acho a voz da Miley suuuper interessante e ia adorar se ela cantasse mais músicas que nos permitissem apreciar isso. Quanto a Ariana, eu não conheço basicamente nada, mas sempre que ouço algo mais acústico de cantoras pop, fico pensando em como a voz delas acaba escondida pelos hits que lançam…

      Curtido por 1 pessoa

    1. Sim! Eu achei interessante ver como até mesmo os fãs disseram que ela parece mais feliz e saudável. Digo isso porque, a princípio, essa avaliação poderia ser pelo simples fato de ela estar com um visual mais comum (mais fácil de aceitar) agora. Mas acho que realmente vai além disso. Ela parece estar bem mais feliz consigo mesma!

      Curtir

  4. Vou ser bem sincera, eu não gostei muito da nova música da miley, não vi nada demais na música. Esperava bem mais dessa música e desse lançamento, fora as controvérsias que ela entrou e algumas coisas que ela andou falando, e apesar da fase super loucona dela, a música em si era muito boa. Eu adorava “adore you” e outra…ela cants MUITO ao vivo. Eu não sou muito fã dela e fui ao show OBRIGADA poruqe minha amiga pagou pra mim e cara…eu sai de lá assim :O mano ela canta muito. Eu gosto muito da versão de jolene…Sempre gostei ♥ e eu acho que a cyrus tem camadas sabe ? tem um cd dela que ela liberou que é mt bom também, mas não é famoso…
    mas eu não entendo pq tantas mudanças de personalidade…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu, como não acompanhei quase nada dela antes, musicalmente falando, não tinha muito o que esperar. Achei que, para o primeiro single, Malibu não tem o apelo que deveria. Fico pensando que a escolha, caso tenha partido dela, tenha relação com a declaração que a música é e não apenas em seu potencial.
      De qualquer forma, tendo Jolene em mente (o que é perigoso, rs) e sabendo que ela pretende resgatar essa raiz, estou na expectativa pelo álbum. Vamos ver!
      Sobre as mudanças na personalidade, eu não saberia explicar. Achei bem insperada essa guinada, mas estou achando interessante. Só não esperava que ela fosse criar uma aversão tão grande ao seu passado (ou, ao menos, ao clipe de wrecking ball).

      Curtir

  5. Nunca gostei muito das músicas mais pops da Miley, mas quando ela ia para a pegada country, ou os covers que fazia, ficava impressionada com a voz dela
    Sem dúvida essa versão de jolene vai pra minha playlist de todo dia

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah, que legal eu ter conseguido te indicar uma música pra sua playlist, Jami!
      Tem acompanhado as novidades da Miley? Ela está saindo um pouco desse universo pop, em direção às origens country. Até agora, se não me engano, lançou dois singles: Malibu e Inspired. O primeiro tem uma história de background bem bacana, o que o torna mais poderoso. O segundo, apesar de não ter a mesma qualidade “musical”, por assim dizer (em minha opinião, claro), é mais cativante e daria um bom primeiro single, haha. De qualquer forma, vale a pena ouvir os dois e seguir no aguardo pelo novo álbum :)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s