Música por que?

Como vocês já sabem (né?!), todas as quintas-feiras eu publico lá no PontoJao. Na quarta à noite, enquanto escrevia, comecei a refletir sobre algumas coisas e cá estou eu, em plena sexta-feira!! querendo compartilhar isso com vocês…

hear me

Escrever sobre música começou como um hobby e, gradativamente, se tornou um desafio diário. E isso não é nada ruim! À medida que fui conquistando leitores, percebi com mais e mais clareza o quanto precisava buscar informações corretas, mesmo que o Yellow fosse (ou seja) apenas meu blog.

Não criei esse espaço pensando em transformá-lo em um sucesso da internet. Talvez seja exatamente essa despretensão que faça eu me surpreender com os feedback positivos que recebo (obrigada! ♥ ).

Às vezes, é a partir dos comentários de vocês que descubro mais sobre mim! Numa dessas, alguns leitores me disseram ficar “impressionados” com a quantidade de música e artistas que eu conheço. Até então, eu não tinha parado para pensar nisso e acreditava estar completamente dentro da normalidade.

A verdade é que eu ainda acredito nisso, rs. Mas, é um fato que meu conhecimento musical está em expansão por causa desse hobby-desafio de escrever sobre música e, a cada dia, eu gosto mais de dividir tudo isso com vocês!

Em alguns momentos, me falta criatividade (em outros falta tempo) e eu fico com “medo” de não ter o que escrever. O que me motiva, além da expectativa de saber como cada post vai repercutir, é saber que nunca vai faltar música para preencher o conteúdo do blog.

Na coluna dessa semana, lá no Jao, eu falei sobre New Order. Uma banda que, até então, passava longe dos meus fones porque não fazia muito o meu estilo. Precisei sair da minha zona de conforto e foi ótimo!

O que eu quero dizer com tudo isso é que, com o Yellow e a Yellow Sounds, estou conhecendo cada dia mais aristas, mais álbuns e acrescentando mais música à playlist da vida. E é isso que eu espero que o meu blog proporcione a vocês! Estamos no caminho certo?

Para não perder o costume, depois desse senta que lá vem textão, uma música do álbum, Technique, minha mais recente “descoberta”.

Bom fim de semana para vocês ;)

Anúncios

29 comentários sobre “Música por que?

  1. Lari, New Order fez parte da minha adolescência (tinha uns 16 anos) e do meu desejo de sair para dançar (em lugares que, naquela época, a gente chamava de danceteria), mas meu pai não permitia.
    Infelizmente, nem sempre consigo deixar meu comentário aqui, mas gosto demais das suas publicações e aprendo sempre mais…
    Beijo grande!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Apenas complementando… muitas vezes também sinto a falta de tempo para escrever todas as ideias que tenho… e, em outros dias, por mais que as ideias estejam na minha cabeça, parece que estou desconcentrada e não consigo colocar meus pensamentos em palavras…
      Mas seguimos tentando trazer alguma coisa boa, não é?
      Beijo!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Muito legal o seu texto. Você toca num ponto importante, que é o do comprometimento. Quanto mais você se predispõe a escrever com certa regularidade, maior é o senso de responsabilidade que isso te dá, e consequentemente maior tende a ser o foco.

    New Order é maravilhoso, e mais tarde pretende ler esse seu outro texto tb. abrçs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Realmente, escrever com regularidade é um caminho que nos leva ao compromisso com o espaço, com o leitor… O Yellow é um blog pessoal, apesar de não ser sobre minha vida (?). Já aconselhei muita gente a não se deixar levar pela pressão externa de colocar um post no ar e tentar manter em mente que um blog é um espaço pessoal mesmo. Mas, é impossível – ao menos para mim – ignorar esse senso de responsabilidade e responder a ele com posts bacanas (ou tentar isso!).

      Se chegar a ler o outro post, pode comentar também haha!

      Lembra que você me sugeriu uma leitura, um tempo atrás? Estou com o texto aberto em outra aba desde então, mas ainda não li :( Não esqueci, porém.

      Curtido por 1 pessoa

      1. O que acho mais importante é que o blog tem a sua cara, independente do que você escreve a respeito.

        Com certeza vou ler o texto! Não sei se vou comentar, porque embora goste muito de New Order, nunca ouvi um disco deles do início ao fim :-)

        Claro que lembro! era o texto do Mark Manson. bastante controverso, por sinal

        Curtido por 1 pessoa

        1. Bom, fica a oportunidade para que você ouça! Acabei falando sobre dois álbuns no texto. Dá para ter uma pequena noção de qual pode te agradar mais!
          E não se preocupe com o comentário, hehe. É que eu gosto das conversas por aqui :)

          Curtido por 1 pessoa

  3. E eu tenho muita sorte de o seu estilo de música ser muito similar ao tipo de música que eu ouço ♥ Parabéns pelo esforço, e é bem isso que você disse mesmo: nada vai te trazer mais leitores e até amigos do que a despretensão, postar com o coração é o que há ♥
    Eu sempre vinha aqui mas não conseguia comentar, agora que resolvi esse problema (hehehe) você vai me ver bastante :D
    Beijão ♥

    www;tobemzen.com

    Curtido por 1 pessoa

    1. Êêee \o/ Tô super feliz de saber que vou te ver aqui mais vezes *-*
      Sabe, eu sempre tento ouvir as sugestões dos leitores e já expandi muito o conteúdo do Yellow em função dos gostos das pessoas que participam aqui comigo. Mas, é sempre bom quando alguém já se identifica com o que eu me proponho a fazer. Afinal, tudo começa do meu próprio gosto, né?! hehe

      Beijos

      Curtir

  4. Post mais do que digno, Lari. Realmente, muitas vezes nos sentimentos desmotivados (ou como você disse perfeitamente “com medo, sem tempo”) e acabamos entrando naquele dilema “o que é que eu vou fazer/escrever agora?”, mas, é sempre bom perceber que, quanto mais escrevemos, mais conhecemos mundos novos, ambientes novos, pessoas novas. Particularmente, eu acho que a senhorita está no caminho certo, e todo esse feedback positivo vem somente para recompensar todo o tempo “gasto” com o blog e o conteúdo dele (que só cresce e melhora a cada dia). Bora encher o peito de ar, soltar e firmar o passo porque ainda há muito para ser conquistado. <3

    Curtido por 1 pessoa

  5. Peguei gosto em ler qualquer coisa a respeito de musica, não me contento mais em apenas ouvir, quero também conhecer afundo quem está por trás dela. Escrever sobre musica é como preencher um espaço vazio no nosso universo particular, a gente se coloca involuntariamente numa posição de investigador, descobre histórias, desvenda álbuns, absorve personalidades que nunca imaginávamos ter. Gosto muito desse seu canto, sempre saio daqui com um gostinho de quero mais, e sempre que saio, ligo o meu rádio haha

    Curtido por 1 pessoa

    1. Maravilha! Já me contentaria só com o fato de você sair daqui e ir ouvir música. Mas, se fica com vontade de mais informação, fico feliz duas vezes. Como leitora, gosto daquilo que me instiga a saber mais (o que é diferente de um texto vazio e insuficiente. Espero que não seja o caso). Então, acho ótimo que meus posts te ajudem a seguir por esse caminho :)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s