ConhecendoBR: Micah Elloh

conhecendo é minha forma de falar com vocês sobre algo que eu acabei de “descobrir”, independente de ser algo novo ou antigo… Tem alguma “novidade” para me apresentar? Deixe sua sugestão nos comentários!

Micah Elloh é brasileiro. Já ouviu falar nele? Até pouco tempo, eu também não sabia quem era e, por isso, achei que ele seria uma escolha interessante para o ConhecendoBR!

De Minas Gerais para o mundo

Micah Elloh não é apenas brasileiro, é das minhas Minas Gerais também. Apesar disso, o artista mira a gringa e aposta na conquista do seu espaço por lá. E isso tem motivos, dentre eles o fato de já morar na Terra do Tio Sam há mais de oito anos.

Micah_Elloh4

Micah Elloh

E como é fácil presumir, tudo isso significa que seu som pop é em inglês. O que também vale para seu Spotify e suas redes sociais. Tudo isso quase me fez tirar o “BR”, mas desde quando a gente quer tirar do artista aquilo o que o conecta com a gente, né?

Tem influência brasileira sim, baby!

Foi por isso que eu decidi saber do Micah Elloh se ele busca alguma referência na música brasileira. Ele contou ao Yellow que por ter vivido grande parte da sua vida aqui, seria impossível não ter essa influência.

Meu pai amava música em geral. Ele sempre me levava em lojas de CDs, pois ele sempre queria descobrir qual era o novo lançamento. Por ele ter um gosto eclético, isso também foi passado pra mim. Indo pro shopping, podíamos estar escutando o CD da Beyoncé e na volta estar escutando Victor&Leo ou Mamonas Assassinas!

Quem mais se identificou?

Micah Elloh faz parte de uma geração que cresceu ouvindo hip-hop, axé, sertanejo e outros gêneros que faziam sucesso no país. Tinha CDs desde a eterna maravigold Britney Spears até a rainha do Brasil, Ivete Sangalo. Mas, ressaltou, “de todos esses, o que sempre me encantou mais foi o pop”.

Sim, estamos aqui pelo pop!

Eu sempre destaco quando trago pop ou qualquer coisa que não seja rock pro Yellow porque isso é o que me ajuda a expandir meus horizontes musicais — uma das coisas mais legais de escrever sobre música!

Geralmente, porém, eu olho pro pop com o olhar de quem é um tanto quanto alheia a essa cena e que gostaria de ver outros estilos ganhando mais espaço. Por isso, falar com Micah Elloh foi ótimo para trazer um outro lado!

Ele disse que, quando pequeno, não entendia porque os atos pop eram alvo de deboche aqui no Brasil. Mas avalia que, hoje, a indústria da música no país está se expandindo, fazendo com que as pessoas estejam mais abertas a gostar de diferentes estilos musicais.

E isso me fez pensar que o que Micah Elloh tanto esperava para o pop (um amadurecimento do mercado e do público em geral), talvez possa ser o que já está contribuindo para o que eu desejo: mais espaço para outros gêneros. Mas deixemos essa discussão para depois…

 

Porque os EUA

Como dito, Micah Elloh já mora nos Estados Unidos há um bom tempo. Inclusive, frequentou escola e fez faculdade por lá. Para além disso, a abertura do mercado americano chamou a atenção.

Ainda no Brasil, ele esteve em contato com uma gravadora de grande porte, mas não se sentia preparado. Havia espaço para um artista adolescente pop, mas o “deboche” que Micah Elloh percebia pode ter contribuído para uma avaliação crítica da oportunidade.

Seduzido pela mistura do entretenimento, com o glamour e a energia do pop, ele decidiu ir para onde as chances de ter uma boa recepção de crítica e público seriam maiores. E isso permitiu que Micah Elloh tivesse uma vivência determinante para a sua construção enquanto artista. Um processo que se reflete nas criações que podemos acompanhar agora.

Give Me More foi seu primeiro single, lançado no início do verão americano. Desde então, aparece entre os Top200 no chart de rádio digital e no Top150 indie. A lista tem artistas pop como Ariana Grande, Shawn Mendes e Camila Cabello e Micah Elloh é o único brasileiro por lá.

Depois, lançou How Could I Know That, dance-pop que chamou a minha atenção e fez com que o artista ganhasse seu espaço aqui no Yellow.

Tudo isso, sem deixar de acompanhar artistas de cá. Micah Elloh gosta muito do trabalho de Jão, Anitta, Pabllo Vittar e Jade Baraldo. Artistas que “se mostram dispostos e confrontam a ideia de que o pop brasileiro não dá certo ou não é bom”.

Quem sabe, então, artistas aliados para que mais gente no Brasil conheça e comece a curtir seu som! Boa sorte, Micah Elloh :)

E pra você, brazuca que ficou curioso em saber, Micah Elloh é nome artístico derivado de Micael = Michael = Micaelloh. A ideia era criar um nome único e funcionou. Foi o que me deixou curiosa o bastante para atender ao “convite” para conhecer o artista.

E vale saber, para além da música, abri o espaço do ConhecendoBR pela disponibilidade dele e da sua equipe <3

 

Anúncios

7 comentários sobre “ConhecendoBR: Micah Elloh

  1. Adoro conhecer músicas novas e legais. Adorei a história dele, conseguir fazer um som em inglês, mas com variações da nossa música. Passei o post todo tentando adivinhar a origem do nome artístico dele, e achei o maior barato rs
    Parabéns e muuito sucesso a ele
    <3

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s