ConhecendoBR: Valeries

Se você leu o título desse post e se perguntou quem diabos é Valeries, significa que o conhecendoBR vai cumprir bem o seu papel aqui no Yellow!

Valeries quem?

O Valeries é de Londrina, no Paraná e está na ativa desde 2015. Tem Guilherme Hoewell na guitarra e vocal e Gabriel Pelegrino na bateria. Ambos com experiência em bandas conhecidas da cena local.

Valeries Cesar Segundinho
Foto: Cesar Segundinho

Apesar de ser praticamente um bebê, a banda esteve recentemente nos Estados Unidos, onde fez uma turnê de 16 shows. Há alguns vídeos na página do Facebook, para quem quiser conferir.

Sobre como me fisgaram pelo coração

Quando o material da banda chegou para mim, eu me interessei bastante antes mesmo de ouvir qualquer uma das quatro músicas que vieram. Por que? Por causa dessas palavras “algumas influências são The Kinks, Red Hot Chili Peppers e Nirvana”.

Qualquer pessoa que se inspire em artistas tão legais tem chance de estar fazendo um som legal. Nirvana é minha banda favorita. RHCP tem um repertório repleto de boas músicas (e os caras eram amigos dos caras do Nirvana) e o The Kinks é protopunk e é beat. Tudo isso falou comigo, direto no coração.

valeries

A banda lista, ainda, o powerpop, o punkrock ♥, o alternativo e o experimental como influência para o seu som e eu acho que a mistura funciona bem. A Toque Grave Demo é resultado da gravação de músicas que Hoewell esteve escrevendo nos últimos anos.

Um capítulo da história

Um ponto bem legal da história – se você, assim como eu, gosta de pensar em como as bandas começam meeesmo caminhando com suas próprias pernas – é que, a princípio, o cara gravou essas músicas sozinho, em casa. Só depois partiu para um estúdio, junto com Pelegrino e o baixista Pedro Portello, que acabou não seguindo com o grupo.

A demo foi gravada, mixada e masterizada por Marco Aurélio, amigo da banda e dono do estúdio Toque Grave.

Finalmente, o som…

Sobre o som do Valeries, digo sinceramente que a primeira faixa, Sweet Feeling, não correspondeu muito às minhas expectativas. Se é ruim? Não. Talvez eu é que tenha começado pensando alto demais…

Felizmente, porém, eu não desisti. Felizmente mesmo! Não sei se a demo foi planejada assim e porque teria acontecido dessa forma, mas, a cada música, a situação melhora e, ao final, a sensação é mesmo de que tudo acabou rápido demais e que é preciso ouvir mais.

As outras faixas são OpiumDrag QueenUnder The Rainbow Bridge (que é muuuito boa). Todas elas correspondem com a proposta da banda de “misturar melodias minimalistas e silenciosas com partes extravagantes e altas”.

De um modo geral, Valeries tem um pouco daquele barulho que eu tanto gosto e que já destaquei antes em posts sobre o Dinosaur Jr. The Stooges e o Pixies, por exemplo.

E o melhor de tudo? Os caras estão sim preparando material novo e a expectativa é de que lancem um álbum em meados de 2018. Estarei esperando :)

Para acompanhar

Quem, assim como eu, estiver interessado no futuro da banda, basta seguir os caras pelo Facebook, Instagram ou site.

 

 

 

Anúncios

15 comentários sobre “ConhecendoBR: Valeries

  1. Realmente não conhecia. Estou ouvindo as primeiras faixas enquanto escrevo essas linhas, e me remete bastante ao punk, que é um tipo de som que é mais difícil de me conquistar. Ainda assim, pretendo ouvir mais algumas vezes pelo menos.

    Por sinal, nas últimas semanas venho ouvindo bastante o Chão de Terra do Victor Mus, e quero te agradecer pela recomendação. Gostei muito do som e , como você comentou, o EP tem uma estética muito coesa.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Você disse uma coisa que eu considero muito acertada. Qualquer coisa que puxe pro punk é mais difícil de digerir. Digo isso como alguém que gosta, então para quem não é lá tão próximo, deve ser ainda mais complicado. Mas vale a pena tentar… Valeries é bacana!

      Sobre o Victor, fico feliz que leitores do blog – você e outros – tenham curtido e continuem ouvindo. O trabalho do cara é promissor.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Ah, que bacana, Simone! Eu fico muito feliz quando os leitores do blog se dispõem a ouvir as bandas que eu indico – sobretudo as novas/independentes. Obrigada :)
      E obrigada pela indicação também. Já vou passar para conferir.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s