Harry Styles pede licença

Desde o lançamento do seu primeiro e homônimo álbum solo, Harry Styles, ganhou as mídias do mundo todo, inclusive com resenhas que ressaltam o lado rock n’ roll de seu novo som. Os que pensaram que isso chamaria a minha atenção acertaram e é por isso que estamos aqui.

O jovem britânico de 23 anos quer ser levado (mais) à sério e pede licença para se apresentar de uma maneira diferente à que estávamos habituados. Para quem ainda não sabe, Harry é (ou era. Acabou mesmo, gente?) integrante da boy band pop One Direction. No final de 2015, eles anunciaram um hiato e, do ano passado pra cá, especulações dizem que os rapazes não irão se reunir novamente… Enquanto isso, seus membro seguem apresentando material solo e eis que chegou a hora do sr. Styles.

Harry Styles e ROCK na mesma frase incomoda?

Provavelmente sim. Meu nariz não torceu, porém. Eu não sabia o que queriam dizer com essa comparação: se estavam mesmo falando da sonoridade do álbum ou da atitude ou de qualquer outro fator que fizesse sentido. A verdade é que não me incomodou, mas sei que aconteceu com muita gente. Mesmo sem saber o que, de fato, esperar, eu resolvi dar uma chance.

PQ eu quis ouvir o álbum solo de Harry?

harry album

Sinceramente, a repercussão em si não me atraiu. Harry é o galã dos galãs (?) do 1D que, como toda boy band, arrastou multidões por ai. Sem necessariamente ter que pensar no qualidade som, é do tipo de artista que reúne características que o fazem ser notícia sempre que quiser (e que não quiser).

Resolvi ouvir o álbum porque, há cerca de um ano, eu atendida ao pedido de uma leitora do blog fazendo o combo Pop em dose dupla: Bieber + Zyan. Para quem não sabe, Zyan é ex-colega de banda de Styles. Ao comparar o seu álbum de estréia com o do já consagrado Justin Bieber, senti que, se Zyan tivesse os mesmos recursos que Bieber tem, teria feito um álbum ainda mais superior.

Combinando tudo isso, achei que, para além das resenhas positivas, seria válido eu mesma conferir Harry Styles e saber do que o sujeito realmente é capaz.

O veredicto? Pode chegar, Harry!

Eu não vou chamar Harry Styles de rock n’ roll. O vídeo acima é de Sweet Creature, o primeiro single lançado, e um bom ‘retrato’ do novo estilo do rapaz.

Certamente, o álbum não é o pop de sua ex-boy band e, acredito, está devidamente classificado como soft rock. Músicas como Ever Since New York mostram bem essa pegada. O destaque vale também para Woman, boa para reparar a voz de Harry.

Já em músicas como Only Angel Kiwi, ele mostra que, nem sempre, seu rock é tão soft. Ouçam para entender o que quero dizer aqui. Essas são, provavelmente, as minhas faixas favoritas!

Por fim, cito Sign of Times, que logo me assegurou de que valeria à pena ouvir o álbum e From the Dining Table que, encerrando o álbum, me fez apagar da mente por completo a imagem de um Harry-pop-demais-para-mim.

Harry Styles tem 10 faixas apresentadas em 40 minutos. Vale a pena o play. O álbum flui muito bem, sendo um desses que dá pra escutar até o final sem nem perceber :)

O poder da música jovem

Ainda que de forma não-escancarada, eu já fiz várias críticas aos universo pop aqui no blog. E não me entendam mal, eu não gosto de falar mal de um estilo ou artista só porque não é meu favorito. Em muitos momentos, sinto que o pop cria tantos hits, que nem o que é verdadeiramente bom dura. O artista lança single novo e antes mesmo de ouvir, a internet já decreta que é o novo “hino”. Quase nunca é.

Como alguém que gosta de escrever sobre música e tenta aprender mais a cada dia com isso, fico torcendo para que jovens artistas, que se conectam como ninguém aos jovens da sociedade, consigam apresentar músicas que tenham mais potencial como um convite a todo o universo musical.

Quando um sujeito como o galã-Harry-Styles lança um álbum superando as expectativas de muita gente, saindo do seu “padrão” e mostrando que suas influências vão além, ele está convidando sua enorme fã base a fazer o mesmo. Eu, entusiasta, interpreto isso como um favor que ele faz à música, devolvendo um pouco de tudo o que ela já lhe proporcionou.

E ai? Quem já ouviu, gostou? Quem nunca pensou em ouvir, considerou a possibilidade? Conta pra mim!

 

Anúncios

10 comentários sobre “Harry Styles pede licença

  1. Eu eu euzinha aqui fui dessas que torci o nariz para HS ! Sim…Só de ouvir esse nome, eu ficava agoniada pensando no 1d. Porque na verdade, eu não sei, acho que o kombo : galã + boyband me fazia torcer o nariz para ele. Maas aí, eu ouvi a musica dele. E tenho que confessar que eu fui muito preconceituosa…O album dele é bom. Muito bom para falar a verdade. Only Angel é a minha música favorita do album inteiro ♥

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu entendo bem, Clara! Geralmente, eu tenho resistência à artistas que causam histeria entre os mais jovens sem que a gente saiba, de cara, se é mesmo por causa da música ou só pela beleza, haha. As músicas do 1D eu praticamente desconheço, mas sei que não representam algo que eu gostaria de ouvir. Esse álbum solo, porém, eu realmente curti!

      Curtir

    1. HAHA, o rapaz é bonitinho, né? Mas confesso que eu vejo menos clipes do que gostaria – dele e de outros artistas também. Acho que perdi bastante desse costume na transição da MTV para o Youtube.
      Enfim, voltando ao Harry, o álbum tá bem bacana. Pode não se tornar seu som favorito, mas se já gostou de algumas, provável que goste dele como um todo também :)

      Curtir

  2. Ainda não ouvi, mas quero muito escutar. A única prova que tive até agora do álbum foi Sign of the Times e achei simplesmente incrível.
    Nunca fui fã do 1D, sabe. Eu amo pop, mas eles nunca me desceram. Acho que por eu já ter uns 20 anos quando eles foram lançados e eles estarem muito associados a pré-adolescentes histéricas… haha Contudo, apreciei os dois últimos trabalhos da banda, pois identifiquei uma maior maturidade na sonoridade, uma vibe meio oitentistas, que eu adoro… Enfim
    O trabalho do Zayn não me agradou, mas é uma coisa mais R&B, mais fora do meu gosto haha Gostei de This Town, primeiro single solo do Niall Horan… Um folk delicado, sabe?
    Volto quando tiver escutado na íntegra o do Styles!

    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Legal saber que os trabalhos “finais” do 1D te agradaram mais. Me ajuda a baixar a guarda, apesar de continuar não tendo planos de ouvir.
      Vou esperar seu retorno sobre o álbum do Harry porque eu realmente gostei bem.
      Quanto ao single no Niall, eu ainda não ouvi. Acho que seria interessante eu conseguir dedicar um tempo para ver o que cada um deles está fazendo, mas como Zyan e Harry me aconteceram mais por “acaso”, ainda não planejei os próximos passos com os ex-1D

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s