Álbum da vez: After School Session

Antes de mais nada, preciso destacar que a categoria mudou de nome. O álbum da semana se transformou em álbum da vez, para que eu possa garantir sempre postagens de qualidade para vocês, amigos leitores do Yellow

Há algumas semanas, desde que que recebi uma cartinha da Jubs pelo projeto #VaiUmaCarta, não consigo tirar Johnny B. Goode da cabeça. Isso porque ela me enviou um DVD de De Volta para o Futuro, que eu ameeei ver (já estamos nessa de DVD parecer algo especial frente à Netflix, como vinis e cds no mundo do streaming?)

Quem já assistiu ao filme deve se lembrar que Marty McFly – o “inventor do rock n’ roll” – apresenta uma versão da música de Chucky Berry, lançada como single em 1985. Está na lista das melhores canções de todos os tempos.

Quem é Chucky Berry?

“É difícil pra mim apresentar Chuck Berry, porque eu copiei todos os acordes que ele já tocou!” – Keith Richards (Rolling Stones)

Charles Edward Anderson Berry, nascido em outubro de 1926, no Missouri (EUA) é, basicamente, o pai do rock n’ roll da vida real. Em outras palavras, o sujeito a quem nós – fãs do gênero – devemos agradecer por tudo aquilo o que veio depois: Elvis, Beatles, Stones, Kinks, Led Zeppelin…

O rock se originou no final dos anos 1940/início de 1950 a partir de influências diversas: R&B, blues, folk, gospel… E Chuck foi quem fez a mistura funcionar! Aqui, vale mencionar Muddy Waters – sobre quem já escrevi no PontoJão –, influência no som e responsável por “direcionar” os primeiros anos da carreira de Berry, ao sugerir contato com Leonard Chess (produtor dos cinco primeiros álbuns de estúdio).

chuck-b

Álbum novo no pedaço

Considerado um dos maiores artistas da história e um dos melhores guitarristas de todos os tempos, Chuck Berry  tem 90 anos e segue na ativa! De 56 pra cá, lançou 20 álbuns de estúdio – sem contar os “ao vivo” ou as coletâneas – e vem mais por aí. Em comemoração ao seu aniversário, o cara anunciou que lançará seu primeiro álbum de inéditas em quase 40 anos! Chega pra nós em 2017, ainda sem data definida.

De volta para o… passado!

after-school

Enquanto o novo não chega, escolhi apresentar Chuck com o primeiro álbum por ele lançado, lá em 1957. After School Session veio depois de Rock, Rock, Rock (1956), gravado com The Moonglows e The Flamingos, quando Berry “já” tinha seus 31 anos (em contraste ao que se poderia supor com o título do álbum).

Ao todo, foram cinco sessões num intervalo de quase dois anos (de maio de 1955 a janeiro de 1957) para que todas as músicas que formam o After School fossem gravadas e finalizadas.

Nesse meio tempo, Berry gravou e lançou o sucesso Maybellene, uma das primeiras canções de rock, e Roll Over Beethoven que menciona o rock n’ roll e fala do desejo de que o R&B substitua a música clássica.

Em After School Session, apenas Maybellene aparece e apenas na versão de 2004. A original, porém, não perde por conta disso! Até hoje, aparece como um dos melhores discos de Chuck Berry, sobretudo se não considerarmos as coletâneas…

Ao longo da carreira, Berry passeou por suas influências do blues e gravou, também, músicas românticas, como a faixa Together (We’ll Always Be). Mas ficou conhecido mesmo pelo rock e sua habilidade na guitarra. Recomendo que ouçam No MoneyBerry Pikin’ para terem uma ideia do que estou falando :)

School Day é uma empolgante faixa de abertura. Arrisco dizer que boa o bastante para definir se alguém continuará ou não ouvindo o álbum: gostou, pode seguir feliz. É ao final dela que está famoso o verso “Hail, hail rock and roll” – em outros termos, uma saudação ao rock -,  que se tornou título de um documentário sobre Berry. Outra que também virou “título” é Brown Eyed Handsome Man, usada em uma biografia sobre o artista.

De todas, Wee Wee Hours é a que mais me coloca em um estado (de humor) semelhante ao blues. Nosso saudoso Raul Seixas chegou a gravar uma versão!

Para fechar, destaque também para Too Much Monkey Business, Havana Moon (mais uma menção ao rock) e Down Bound Train.

Divirtam-se!

Anúncios

9 comentários sobre “Álbum da vez: After School Session

  1. Gente, adoro essa cena de De Volta pro Futuro. <3

    Sou uma grande fã de R&B. Não de Chuck Berry em específico; confesso que não conheço muito dele, acho que só as mais famosas. Selecionei algumas da sua lista para ouvir depois e conhecer mais. Frequento o cenário de blues da minha cidade há anos e canto classic e hard rock, aí termina que a gente pega muita coisa por osmose. Mas sempre temos muito o que aprender.

    E que ótimo que ele vai lançar outro álbum! O mundo anda precisando de uma forcinha, de músicas boas, esses dias. Parece que é tudo mais do mesmo.

    Beijos.

    P.s.: Espero que consiga ler alguma coisa legal no Wattpad. Se quiser dicas de leitura, me avisa. ;)

    Curtido por 2 pessoas

    1. Nossa, o mundo super tá precisando dessa forcinha! Apesar de eu achar que está cada vez mais difícil para qualquer artista ser uma influência “geral”, como era possível no passado, é sempre bom que estejam presentes. Muito ou pouco, o talento de caras assim sempre ecoa.
      E legal saber que você tá presente na cena! Qualquer dica, sugestão… que quiser me dar, eu aceito. Tanto sobre música quanto sobre literatura, hehe.
      Um beijo :)

      Curtir

    1. Consigo entender o motivo dessa obsessão! É beeem legal.
      Sobre Chuck, tenho gostado muito de ouvir… Mas acho que, para além da música, ele é dos caras que eu gosto em função da história/papel na história da música. Vale a pena acompanhar um pouquinho!
      Beijooo

      Curtido por 1 pessoa

  2. Eu amo este filme, na verdade todos de “De volta para o futuro”. E essa é uma das minhas cenas favoritas. Chuck Berry era um gênio, suas músicas são atemporais, além de marcar história a música nos conquista até os dias de hoje :)
    Há e fico feliz que tenha gostado do vídeo <3 Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Será que existe alguém (que goste de música/do gênero) que não goste dessa cena? É muuuito boa mesmo!
      Fico vendo vídeos antigos/show do Berry, sempre sorrindo enquanto canta… Acho que isso deixa tudo ainda mais empolgante e envolvente ^^

      Curtir

  3. Gosto mais de álbum da vez do que álbum da semana! :)
    Tô atrasada de comentário aqui, desculpa!
    A Grazy já viu esse post? Ela AMA de volta para o futuro! E a música é maravilhosa né!
    Fico tão feliz de ver que as pessoas fizeram amizades através das cartas! <3
    O Berry é FODA! E esse cara é imortal! kasjhdaksjd

    Curtido por 1 pessoa

    1. Posso perguntar por que você gosta mais de álbum da vez? Pra mim, é – dentre outras razões – mais conveniente. Mas agora fiquei curiosa…
      (Eu acho que a Grazy ainda não viu)
      Hoje eu tava assistindo a um show do Berry, coisa que eu super recomendo, e não aguentei ficar parada quando ele tocou Johnny B. Goode! haha :)

      Curtir

      1. Olha, não sei explicar. askjdhaksjdhaks Apenas gosto mais de álbum da vez. Talvez porque às vezes eu demoro pra ouvir um álbum todo, e “da semana” implica que se eu não ouvir esse semana, na próxima já tem outro e eu vou começar a acumular e ficar atrasada. (ok, pode não fazer sentido.)
        Passei o link pra Grazy!
        Ele é maravilhoso! <3

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s