Radio: as mais ouvidas do Yellow #3

Faz teeeempo que esse post não aparece por aqui e o motivo é um só: eu praticamente não escuto músicas no rádio. Por isso, resolvi adaptar a ideia e apresentar as cinco músicas que mais ouvi em setembro, como se estivesse fazendo aqui uma programação própria numa rádio. Não chamei de playlist porque estou colocando vídeos “independentes”.

Scars, James Bay

A verdade é que essa deve ser a única música da lista que eu nunca ouvi nas rádios. Alguém já? Bay já apareceu no Yellow antes e ficou conhecido pelo público em função da música Hold Back The River, de seu primeiro álbum Chaos and the Calm.

Scars demorou dois anos para ser finalizada e fala da dificuldade de Bay e da namorada (que é a mesma há anos ♡) a lidarem com a distância, na primeira vez em que precisaram se separar.

Mesmo sem conhecer ou sem se identificar com a história do casal, acredito que essa é uma música cuja emoção pode ser facilmente sentida. Quase não consigo parar de ouvir, sobretudo a versão live.

Titanium, Sia

OK. Uma música nada nova. As rádios já estão cansadas dela, mas eu adooooro canta-la. Na verdade, Titanium é do David Guetta com a Sia e foi lançada em 2014. Mas a versão que me atrai é só dela, acústica/live. 

Rock n’ Roll Suicide, David Bowie

Desde que Bowie deixou este mundo, passei a ouvir músicas dele com mais frequência nas rádios (ainda bem menos que eu gostaria). Essa em questão é do álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars e, acredito, não faz parte das que habitualmente aparecem em no set listing nem das rádios mais cult que já escutei.

★ When We Were Young, Adele

Essa sim, ainda atual nas rádios, né?! A gente – eu – nem de longe tem a voz da Adele, mas não consegue deixar essa música passar sem cantar a plenos pulmões.When We Were Young é de 25, o álbum mais recente da diva britânica.

Casinha Branca, Roberta Campos

Para fechar, uma nacional que me conquistou pelo coração. Essa música podia ser minha! Casinha Branca faz parte do álbum Todo Caminho É Sorte, lançado em 2015. Quem ai conhece? Alguém mais se identifica com a letra? Contem pra miiiiim :)

 ★★★

Me digam se gostam desse tipo de post! Assim a gente decide se tem radio ao fim de cada mês ou não! :*

Anúncios

19 comentários sobre “Radio: as mais ouvidas do Yellow #3

  1. Eu AMO esse tipo de post.
    Posso montar minha ‘rádio’?
    Leah McFall – Wolf Den
    Capsize – Frienship
    Feliz e Ponto – Silva
    AHHAHAHA

    Ps: essa da Adele é demais, mas prefiro ‘Love in the Dark’ desse álbum e do James Bay amo ‘Let It Go’

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu era viciada em Let It Go. Depois passei pra Best Fake Smile e agora estou em Scars. Estou, na verdade, já aguardando um novo álbum dele, por favor, haha!
      Love In The Dark é lindíssima!
      E, pra variar, sua ‘rádio’ trouxe coisas novas para mim. Ouvirei! :)

      Curtido por 1 pessoa

  2. Po, “Casinha Branca” é um clássico! perdi a conta de quantas versões dessa música já ouvi. essa da Roberta Campos eu nao conhecia, mas ficou com um clima folk bem agradável

    Essa versão ao vivo da Sia tb me pareceu bem mais atraente que a de estúdio.

    Não conhecia a do Bowie, o que é só mais um sinal de que ainda tenho mt o que aprender a respeito dele

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu vou te dizer que já ouvi Casinha Branca antes, mas foi só agora que ela falou comigo e falou de verdaaaade. Nossa, minha música da vida! haha.
      Sobre a versão da Sia – e algumas outras – eu tenho algo com acústicos/live. Sempre procuro!
      E sim, conheça mais Bowie. Quando ele morreu :/ eu e uns amigos fizemos um cast a respeito. Não sei se já te falei sobre ou até se você já viu. Minha memória é ruim. Me avisa se tiver interesse. Deixo aqui pra você!

      Curtir

      1. Pois é, de todas eu acho que ainda prefiro a com o Gilson. Acho que tem a ver com o fetiche de ser a versão original.

        Acho que me lembro do post em que vc comentava desse podcast. Se não me engano, acabei deixando um pouco lá por ser mais longo. Mas cedo ou tarde devo acabar voltando a ele

        Curtido por 1 pessoa

        1. Ainda não ouvi a com o Gilson. Acho legal isso de buscar a versão original também. Não é um fetiche, mas é algo que eu gosto de fazer.
          Sobre o cast, ele realmente é longo. Todos os nossos são. E confesso que até ver a quantidade de gente que os ouve e baixa, achava que ninguém tinha paciência para coisas assim :o

          Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s