Rock dos infernos? SQN! – 5 canções que provam o contrário

Se você curte rock é bem provável que, em algum momento da vida, tenha escutado alguma tia ou vó alguém dizer que rock é coisa do capeta e/ou variações. Para ajudar a provar (mais uma vez) que isso não é verdade, fiz para o Yellow uma seleção de músicas que falam de céu, deus, anjos, amor. Coisa para vovó nenhuma botar defeito :p

FICA ESPERTO! Esse post não é sobre religião. Só tive mesmo a ideia de listar algumas músicas que transmitem uma ideia legal, bonita e resolvi encaixar tudo isso na criação de mais um contraponto para a ideia de que rock é dos infernos. Bora lá!

Começamos com Dear God, da banda americana Avenged Sevenfold. A letra é, basicamente, um pedido apaixonado para que o Querido Deus cuide dela enquanto ele estiver longe ♥ E é uma música muito bonita mesmo!

Mantendo o clima agradável da música anterior, seguimos com uma que já foi gravada e regravada várias vezes, virou clichê e às vezes dá até preguiça de ouvir, mas hoje a gente ouveBatendo na porta do céu ou Knocking on heavens door (esperando que São Pedro nos atenda e tudo mais). Brincadeiras à parte, essa música é mesmo belíssima. O que talvez algumas pessoas (mais novas) não saibam é que ela é de Bob Dylan e foi lançada em 1973. Anos depois, ela ganhou as rádios também (e especialmente) na versão do Guns n’ Roses. A banda de Axl ajudou a aumentar a fama da música lá por volta de 1991.

Particularmente, eu gosto mais da versão do Guns e por isso a escolhi para o post. Clicando aqui, vocês podem conferir uma versão acústica de Dylan no Unplugged; aqui a versão de Avril Lavigne que, obviamente, não é rock mas deve ter ajudado e popularizar a canção entre muitos adolescentes uns anos atrás; e aqui e versão de Zé Ramalho, adaptada para o português.

O Rappa aparece nessa lista com uma das músicas que é quase um mantra para mim “pra quem tem fé a vida nunca tem fim” é o trecho de Anjos que me inspira diariamente. E aqui, cabe dizer que se você não considera O Rappa rock, tudo bem. É super compreensível. Eu só queria uma música brasileira aqui e essa eu realmente amo.

Para encerrar a discussão de uma vez por todas, a música que prova que Deus nos deu o rock n’ roll, originalmente God gave rock n’ roll to you, do KISS. Precisa falar mais alguma coisa?

E para deixar tudo numa boa, fechamos o post com uma das músicas mais famosas do mundo e que se tornou um hino de paz, amor & rock n’ roll, Imagine, de John Lennon.

Essa música também foi regravada váaarias artistas como Lady Gaga, Eddie Vedder, Jack Johnson, Elton John, Queen, David Bowie, Madonna, Stevie Wonder e outros… Algumas dessas versões vocês podem conferir clicando aqui.

———————————————————————-

Hi, Tim (and all others English speakers that might read this). From now on, I intent to give you a litte abstract (!) of what the post is about. Hope this helps improve your experience here :)

So this post presents five songs that “proves” rock music isn’t devilish. Songs that with love, angels, God and heaven in them. Although it might seem, this is not a religious post. My ideia was purely bring nice and beautiful lyrics that shows how inspiring rock n’ roll can be. You probably know all of them, except, maybe for the Anjos (of O Rappa) and Zé Ramalhos’ version of Knockin on Heavens Door that he adapted to Portugues. Angels is one of my favorite songs because I find it truly inspiring and that’s what I listen to (or sing to myself) when having a hard time. Hope you like today’s selection!

If, now or then, you have any sugestions to make this abstract better, let me know. Maybe, in the future, I’ll have Yellow both in Portuguese AND in English. See ya!

Anúncios

16 comentários sobre “Rock dos infernos? SQN! – 5 canções que provam o contrário

  1. Excelente post! Eu sei que a ideia não era discutir religiosidade, mas eu percebi uma certa tendência para temáticas “mais cristianizadas” nas músicas escolhidas, por isso, acho Imagine destoa um pouco. Apesar de ser uma música bastante pacífica, e que prega a paz e o amor e talz, (pra quem vê política em tudo) Imagine é um resumo musical do Manifesto Comunista de Marx (que é essencialmente ateísta). Daí o primeiro verso; “Imagine there’s no heaven”, ou seja, “no heaven, no hell, no salvation, no damnation, no religion [isso ele diz no meio também], no God”. Hehe rs. Além diss, meu xará, João Lenon, desfere um pouco mais de ideologia ao longo da letra, atacando a propriedade privada, “imagine no possessions” e o conceito de territórios nacionais. “imagine there’s no coutries”, etc. etc. hehe rs

    Bem, pra fechar meu comentário, recomendo a banda The Almost, que vai na pegada dessas músicas aí, exceto Imagine hehe, e quero deixar link pra canção People Get Read, canção gospel interpretada pelo Rod Stewar e Jeff Beck (tem até um cover do Oficina G3, banda cristã famosinha dentro e fora das igrejas :) ) https://www.youtube.com/watch?v=yC_j_dzkaVE

    Muito bom o post :)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ei, João. Entendo muito a sua linha de raciocínio. Eu escolhi colocar Imagine porque acredito que a maioria das pessoas nem chega a uma interpretação mais profunda e a música acaba sendo mesmo um hino de “coisas boas”, por assim dizer.
      No meu entender particular, não ter céu e nem inferno seria até bom. Nem que fosse pra gente pensar em viver da melhor maneira possível aqui na terra, sem se prender a salvações ou condenações futuras… É um raciocínio longo… rs
      De qualquer forma, entendo e agradeço que você tenha feito essa colocação aqui!

      Um beijo

      Curtido por 1 pessoa

  2. Lari, thanks for the summary in English. I had struggled through the Portuguese and listened to the songs before I got down and discovered the English. What a pleasant surprise. You are very thoughtful.

    I really like your selection of music for showing Rock is not from Hell. While there is some satanic Rock, I think most rock is just music — good, mediocre and bad as you find in pretty much any genre of music with as large and wide-ranging types and styles as rock.

    One type of rock I generally do not like is “Praise Music” or “Evangelical rock”. I find it formulaic and predictable and generally boring. I suppose it gets some people closer to God, but it drives me crazy. Songs like you have chosen are much better, and I really like singers/groups like Alice Cooper, for example, who play great music. Alice Cooper does a lot of parody and a type of commentary on satanic rock, yet his music is wonderful, good social commentary, uplifting and he puts on a great show.

    Alice Cooper is a Christian who does so much good “Christian” work for young people. He reaches out and helps kids in bad areas, kids from broken homes, kids who have parents in jail, siblings in gangs and provides them sanctuaries where they can go and learn to play music, do art, study, be mentored and just be kids in a loving, “Christian” environment.

    But what’s especially cool about Alice Cooper’s program is that they ask nothing of the kids in the way of “commitment”, reading the Bible, having to listen to sermons or any of the usual requirements of Christian programs. The kids just show up and and get to be kids in a safe environment. Alice Cooper really understands the concept of being a Christian — he gives to the community and helps those kids because it’s the right thing to do, and asks nothing in return.

    Great post as usual. Thanks again for the English.

    Curtido por 1 pessoa

    1. I was taking a look at this post and I could swear I’d answered to your comment :O Maybe I got distracted because after reading to what you wrote, I went check out somethings about Alice Cooper! The guy is even cooler than I thought.

      By the way, I don’t like Praise Music either and that are some pretty good “satanic rock” lol

      Curtido por 1 pessoa

      1. I completely understand intending to do something, getting distracted, and not doing it, yet thinking you did it. It happens at work when I’m in the middle of projects, because I get so many people pulling me in all different directions. Then later someone asks where the report or correction to a program they asked for is, and I look at them and say “Didn’t I do that?” They say no, and I go off to finish it.

        I’ve always liked Alice Cooper. BTW Do you know who Carmen Monarcha is? She is a lovely Soprano from northern Brazil.

        Curtido por 1 pessoa

    1. HAHA, não fique horrorizada. Vou confessar que eu quase não conheço o trabalho da banda. Um dia, essa música me apareceu e eu realmente gostei. Lembro que cheguei a baixar o álbum completo, mas nem curti tanto assim :p
      Melhorou? haha
      Beijos

      Curtido por 1 pessoa

  3. eu acho Dear God ótima! :)))
    as outras também conheço e gosto..
    realmente o pessoal acha que músicas de “rock” ou “metal” só falam de coisas extremamente ruins ou sem sentido, mas, bem pelo contrário haha
    beijinho :*

    -ps: escutei dear god duas vezes hahah tava com saudade dessa música <3

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s