O assunto é Amy Winehouse

Nem depois de deixar esse plano Amy Winehouse tem descanso. Nos últimos dias, a moça voltou a ser notícia por conta do descontentamento de sua família (seu pai) com o novo documentário que vem por ai… Acredito que apesar de todo o barulho que a polêmica causou, em breve, poderemos assistir Amy. Enquanto isso, vale um tributo aqui no Yellow.

Na verdade, essa play é antiga até porque são músicas que, pra mim, não saem do repeat. Mas, Amy é Amy e achei digno de #repost. Sendo assim, atualizei para que vocês, queridos leitores, tenham a opção de ouvir tanto pelo youtube quanto pelo Spotify.

Antes, porém… Para quem tá por fora da história do documentário, Amy tem dada marcada para estrear em Cannes agora em maio. Mas, a família da cantora (o pai) não está nada feliz principalmente com a participação do ex-namorado de Amy. Blake Fielder-Civil culpa os problemas com a família pelo abuso de álcool e drogas de Amy enquanto a família culpa o cara… Leia mais aqui.

Depois de Cannes, o documentário chega aos cinemas britânicos e julho e, então, rodará o mundo. Porém, ainda sem data confirmada para a estréia por aqui… Ansiedade define.

Voltando à música com essa que é uma das minhas playlists favoritas do blog, a maioria das faixas da seleção é do álbum Back to Black, de 2006. Outras são do Lioness Hidden Treasure (2011), que foi lançado após a morte da cantora. E uma, a última, é de Frank, o primeiro álbum de estúdio que foi lançado em 2003. Aperta o play :)

SPOTIFY aqui.

YOUTUBE

Anúncios

8 comentários sobre “O assunto é Amy Winehouse

  1. Her version of “The Girl from Ipanema” has a strange emphasis on the snare in the bossa nova beat. I’m not very familiar with Amy Winehouse’s music, but I have read articles about her and the controversy surrounding her death. I can understand her father having issues with a documentary that he feels doesn’t accurately portray her life. But then what documentary can really accurately portray someone’s life?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Yeah… I can understand her father too.
      Uhm.. I guess the Kurt Cobain Montage of Heck is a good doc, more accurate than the others… At least this is what I read because haven’t watched it yet…. But I got your point.

      About The Girl from Ipanema, I always find it weird to listen this song in Inglês . But , I picked her version to the play because I’m a fan and Both brazilian and it makes me feel happy to know she liked the song enough to record it!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Ueba!!! Já tenho playlist para minhas andanças pela cidade amanhã \o/

    Nossa, acho um saco isso do pai dela ficar empacando as coisas. Um amigo leu a biografia que ele fez dela e disse que não é nada Amy – claro, mostra a visão de um pai sobre a filha e não da cantora doidona cheia de encantos que a gente quer ver kkkk. Estou doida para sair uma biografia não autorizada, e to botando fé no documentário já que o pai não gostou rs.

    http://www.sistematicas.com.br

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s