Sangue novo no BRIT Awards

Nada mais natural do que falar do BRIT Awards 2015 neste site, certo?! [Gente, era pro post ter saído ontem, mas tive algum problema com o “agendamento” aqui do wordpress, #sorry]. Bom, sinceramente, além do tombo de Madonna, assunto mais comentado da premiação, nada de verdadeiramente interessante aconteceu. É por isso que, em se tratando de Reino Unido, o NME Awards (aqui) às vezes acaba sendo bem mais legal. Anyaways, decidi falar sobre os artistas “novatos” que seguem se destacando e levando prêmios para casa.

Como vocês já devem saber, Ed SheeranSam Smith foram os grande vencedores da noite. Apesar de, particularmente, não ser fã de nenhum dos dois, não poderia deixar de mencionar.

O destaque do post, porém vai para os queridos do Royal Blood, que levaram o prêmio de grupo britânico e para James Bay. o artista escolhido pela crítica. Eles representam o sangue novo premiado no BRIT Awards e que merecem ser cada vez mais conhecidos. Portanto…

Royal Blood é uma duo band, ou seja, uma banda com dois integrantes. No caso, Mike Kerr no vocal e baixo e Ben Thatcher na bateria. Eles são de Brighton e estão em atividade desde 2013. Eles já foram elogiados por nomes como Jimmy Page e Dave Grohl e deve participar de shows do Foo Fighters ainda este ano. Com apenas um EP e um LP, ambos lançados no ano passado, o Royal Blood foi muito bem aceito pela crítica e pelo público.

Aqui, o single de estreia da banda, Little Monster:

Para conhecer mais: Acesse o site http://royalbloodband.com/, veja a playlist dos caras e encontre os links para os perfis da banda nas redes sociais. Enjoy!

James Bay também está na ativa desde 2013. Ele é um cantor, compositor e guitarrista de 24 anos que está, cada dia mais, conquistando seu espaço no cenário da música britânica. Ele contabiliza quatro EPs e o lançamento do seu primeiro álbum de estúdio (yaaaay) é aguardado para o dia 25 de março desde ano #TodosComemora! O single Hold Back The River já é conhecido no mundo todo, inclusive em nossa terra brasilis. Ainda sim, vou lançar aqui no Yellow mais uma vez (a música já apareceu em playlists antes). Vale muito a pena ouvir porque a música é simplesmente ótima:

Uma coisa legal de destacar é que Bay saiu em turnê com Hozier, outro artista muito bacana (irlandês, também 24 anos) que está despontando no cenário e que já apareceu no blog antes, aqui.

Para conhecer mais: Acesse o site http://www.jamesbaymusic.com para assistir vídeos, encontrar os perfis nas redes sociais e também encomendar o novo álbum. ps: Tem oportunidade exclusiva para quem utiliza o spotify!

Para quem ainda não viu, segue a lista completa dos vencedores:

 Escolha da crítica:
James Bay
Cantor solo britânico:
Ed Sheeran
Grupo britânico:
Royal Blood
Cantora solo internacional:
Taylor Swift
Cantora solo britânica:
Paloma Faith
Brit Global Success
Sam Smith
Cantor solo internacional:
Pharrell Williams 
Single britânico:
Mark Ronson ft. Bruno Mars – “Uptown funk”
Grupo internacional:
Foo Fighters \o/
Revelação britânica:
Sam Smith
Vídeo britânico:
One Direction – “You and I”
Álbum britânico:
Ed Sheeran – “X”
Anúncios

4 comentários sobre “Sangue novo no BRIT Awards

  1. Eu até comentei que não conhecia ‘Royal Blood’ em outro post, mas baixei e gostei, Lari.
    Achei uma indicação excelente pra quem curte o estilo.
    Já esse James Bay, vou ouvir depois dessa sua recomendação! Te conto o que achei depois!

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s