Um olhar sobre o Grammy

Que o Grammy 2015 é o assunto dessa segunda-feira todo mundo sabe! Por isso, o Yellow preparou um post especial trazendo um olhar sobre a premiação mais importante de universo musical. Quase um resumão, mas de um jeito bem mais divertido espero e diferente de tudo o que você já viu!

NO TAPETE VERMELHO

madonna
Foto: Estadão

Madonna começou causando já no red carpet ao dar essa ajeitadinha nada indiscreta no vestido, cometendo um pequeno deslize. Mas, tá perdoada, né?! Com 56 anos ela segue sendo uma rainha.

Curiosidade do internauta: Maddona gravou “Like a Virgin” em 1984, ano em que nasceu a Katy Perry. Ela tinha 26 anos, um a mais do que a idade atual da Taylor Swift (via @gugachacra)

Foto: NME
Foto: NME

Vale destacar também essa imagem dos caras da banda Mastodon muito bem vestidos para a ocasião. Okay, totalmente fora dos padrões esperados, mas eu achei divertido e uma atitude bem mais rock n’ roll:

O look que mais me chamou a atenção foi o da Taylor Swift. Clicando  aqui, você vai direto para o blog Sistemáticas, onde a Gabi fez uma seleção toda especial das atrações de red carpet na noite de ontem. Passa lá e aproveita para deixar sua opinião também!

OS SHOWS

Foto: Facebook Foo Fighters Brasil
Foto: Facebook Foo Fighters Brasil

A abertura dos Grammys 2015 não poderia ter sido mais espetacular. Os fãs do bom e velho rock n’ roll como eu e Dave Grohl se divertiram e, com certeza, amaram ver o estilo tão bem representado pelo AC/DC no palco da premiação. Não sei você, mas tenho certeza que minha reação seria a mesma do vocalista do Foo Fighters.

Passando do rock para o pop é mais do que necessário destacar que quem foi rainha não perde a majestade e que Madonna continua sapateando na cara das outras wanna be divas do pop. Sinceramente, não tem novata que segure o forninho.

Uma das apresentações mais aguardadas da noite foi, sem dúvida a parceria entre sir Paul McCartney, Kanye West e Rihanna. Aliás, sir Paul compôs uma música para Kanye o que, no meu ponto de vista, é um baita desperdiço do talento do eterno Beatle. Claro, tem gente que gosta do cara e, portanto, discorda de mim:

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Dentre as mais de 20 atrações que subiram ao palco, abro espaço para a minha favorita: H O Z I E R que já foi devidamente citado no blog aqui. O sujeito faz até ateu querer ir para igreja e a parceria com Annie Lennox foi s-e-n-s-a-c-i-o-n-a-l !!

Beyoncé, como de costume, também deu show. Adam Levine subiu ao palco com Gwen Stefani e só não fizeram uma das melhores apresentações da noite (em uma das parcerias mais legais dos últimos tempos) porque a escolha da música foi ruim.

A PREMIAÇÃO

Tom Petty não deve ter ficado muito feliz com o sucesso de Sam Smith, o grande campeão da noite. Apesar de um acordo, ainda existe uma polêmica de que a música Stay with me, que levou os Grammys de canção e gravação do ano, seria um plágio de I won’t back you down. O novato britânico de 22 anos levou pra casa também os Grammys de artista revelação e  álbum Pop Vocal, por “In the lonely hour”.

Supresa (para alguns), o cantor Beck recebeu o Grammy de álbum do ano e álbum de rock do ano com “Morning Phase”.  Vale lembrar que Beck já teve show cancelado no Brasil por falta de público. Clique AQUI para ouvir o álbum completo. Kanye aproveitou o momento para subir no palco e fingir que ia interromper o discurso do cara como de fato fez com Taylor Swift anteriormente. Desculpaê, Kanye, mas de novo eu não achei graça.

Vale destacar que o Country mostrou seu valor nesse Grammy que teve Miranda Lambert levando o prêmio de melhor álbum com “Platinum”.

Outro destaque da noite vai para Beyoncé e Jay-Z que mostraram seguem evoluindo desdes Crazy in Love até os dias de hoje com a premiada Drunk in Love na categoria de performance R&B.

Precisava? O mundo ganhou mais uma versão de Happy e, para variar, Pharrell (que tem 41 anos, para quem não sabe. É importante destacar!) levou o Grammy de performance solo pop e clipe.

Foto: reprodução Twitter
Foto: reprodução Twitter

Para conferir a lista de todos os vencedores do Grammy 2015 clique aqui.

Foto: reprodução Twitter
Foto: reprodução Twitter

MEMES

E, como a internet não seria internet sem os memes e zoações, segue um para ilustrar o post e fechar com chave de ouro: o perfil @FandomsCuriosos, no Twitter, não deixou por menos o fato de Katy Perry sair mais uma vez de mãos abanando. Na legenda: “vai levar senhora” “não moço, só tô dando uma olhada”

Para mais fotos, vídeos e gifs, clique aqui.

Então, é isso… Um olhar sobre o Grammy 2015 registrado aqui no Yellow! Espero que tenham gostado e não se esqueçam de comentar dizendo quais foram suas atrações preferidas e se gostaram da escolha dos grandes vencedores do ano!

:)

* A foto de capa desse post é do John Shearer/AP

Anúncios

11 comentários sobre “Um olhar sobre o Grammy

  1. Melhor resumo! ahahah
    Eu amo Kanye, acho ele genial, Lari.. Marrento e tal, mas mesmo assim, um cara de visão.
    Também ando viciada em Hozier, só discordei da apresentação de Adam e Gwen que achei mediana, de resto, assino embaixo da sua resenha!

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s