Pink, a cantora e não a cor

Happy B-day! – Hoje é aniversário da Pink e acho que essa é uma ótima razão para trazer a moça aqui pro blog. Quando falei da Pitty AQUI no Yellow, expliquei que sempre gostei de mulheres que se apresentam como sendo fortes e determinadas e isso, certamente, define também a aniversariante do dia. Uma das minhas músicas preferidas da cantora americana é Stupid Girls, que faz uma crítica às meninas que se deixam levar por modismos, pela busca da popularidade e etc.

Quando ouvi pela primeira vez (a música foi lançada em 2006), tinha meus 16 anos e na minha época a música já foi de grande valia. Achei inspirador que alguém estivesse cantando para garotas como eu, que queriam fugir dos padrões que estavam sendo impostos pela mídia, pelos outros… A maioria das cantoras pops, na verdade, se encaixavam nesse padrão de beleza e comportamento (pelo menos por algum tempo, como antes de Britney dar a louca, rs). De lá pra cá, então, Pink é uma artista que eu busco acompanhar e que admiro e respeito.

Outra música da cantora que eu gosto muito é Don’t let me get me. A música conta um pouco de como é ser a Pink, principalmente no mundo pop onde o padrão Britney Spears já citado acima era o mais desejado por produtores e público. É claro que, por não ser cantora e muito menos cantora pop, nunca me identifiquei o contexto direto da música, mas Pink conseguia continuar fazendo com que eu me identificasse com “ser diferente” e de como, por vezes, achei difícil lidar com isso.

Mudando o enredo das músicas, não posso deixar de citar Dear Mister President. A mensagem feita para o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush foi algo que me marcou e que chamou atenção de muita gente no mundo. Não sei quanto a vocês, mas confesso que eu demorei um pouco para tirar os Estados Unidos do Pedestal. Claro que o fatídico 11 de setembro me trouxe muita informação “nova”. Mas, essa música, que é de 2006, me ajudou a abrir os olhos de vez.


Passando para produções mais recentes da cantora, cito aqui Just Give Me a Reason que foi hit no ano passado. Na verdade, a história essa música nada tem a ver com as outras que citei, mas tem conexão sim com outras músicas da Pink. Relacionamentos aparecem com frequência nas letras dela e cito aqui algumas que eu curto como: U + Ur Hand, So What e Fucking Perfect.

Para fechar, deixo nomes e links para outras músicas que eu adoro!
Get the Party Started (quem não lembra?), Truble  e God is a DJ. Espero que se divirtam com a seleção!

______

Alecia Beth Moore, mais conhecida como Pink (ou P!nk) é uma cantora e compositora americana de pop-rock, vencedora de 3 prêmios Grammy. Nasceu em 8 de setembro de 1979.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s