Shows do Circuito BB e minha falta de sorte

Todo mundo já está sabendo que o Circuito do Banco do Brasil está com data marcada e bandas fechadas para os eventos em quatro cidades do país: Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Comprei meu ingresso semana passada e corram porque os ingressos a preços mais em conta já estão acabando!

Bom, aqui em BH vamos ter shows de Nação Zumbi, Titãs, Panic at The Disco! e Linkin Park (a grande atração do evento e razão pela qual estou indo). Em Brasília, Skank e Peble Rude entram no lugar de Nação e Titãs. De um modo geral (e sem qualquer novidade) a galera de SP e RJ tem mais sorte do que o resto do país, rs. O pessoal de Sampa recebe Kings of LeonParamore, MGMT, SkankPitty. No Rio, troca-se Skank por Frejat.

Como destaquei antes, Linkin Park é o que me levou (isso e a pressão dos amigos) a comprar ingresso para a edição do Circuito esse ano. Fui bem lembrada que o evento foi bastante criticado no ano passado e, por isso, espero ter mais sorte. Voltando à lista de atrações, estão em negrito todas as que eu gostaria de ver. Como fica claro, eu estaria bem mais feliz em São Paulo (e isso vale tanto para esse festival em si quanto para vários outros aspectos da minha vida que não cabem nesse post).

Resolvi, então, falar sobre duas das atrações nacionais que gostaria de rever: Skank Pitty. Começo dizendo que falem bem ou falem mal, mas Skank é Skank. Os caras são aqui de Minas, estão na estrada desde 1991 e são representantes do pop rock nacional. Você pode até achar que não, mas deve saber cantar várias músicas dos caras. Tive a oportunidade de ver a banda duas vezes. A última, foi no ano passado, em festa do clube Jaraguá. É um show mais tranquilo e acho que me cairia bem melhor do que Nação Zumbi e até mesmo Titãs. Deixo para vocês o vídeo com o áudio de Esquecimento, faixa 6 do álbum Velocia, lançado neste ano.

A única vez que fui a um show da Pitty foi em 2005 (o tempo vooooooa, galera) no Pop Rock Brasil, realizado no Mineirão. [O evento teve outros shows que curti como Charlie Brown Jr., Marcelo D2, Dead Fish, Ramirez, Skank, O Rappa, Tianastácia, Detonautas, Capital Inicial, Armandinho, CPM22]. Dentre todos, o show da Pitty foi um dos mais aguardado por mim e minha turma, porque uma das meninas era suuuuuuuuper fã e nos fez chegar cedo e ficar grudadas na grade. Foi por isso que acabamos vendo muitos outros shows bem de perto, o que foi bem legal.

Voltando à Pitty, sempre gostei dela. Tenho forte tendência a gostar de mulheres que se apresentam como pessoas fortes e determinadas. E ajuda bastante se forem engajadas e inteligentes. Nunca fui a maior fã da cantora baiana, mas sempre gostei das mensagens em suas letras e do fato de ter uma mulher “da minha geração” no cenário do rock nacional.

Faz pouco tempo que Pitty lançou material novo, o Setevidas, que segue na íntegra para quem ainda não ouviu ou para quem quer curtir de novo!

INGRESSOS: Você pode comprar entradas para os shows do Circuito pelo site http://www.circuitobancodobrasil.com.br/landing/

Anúncios

7 comentários sobre “Shows do Circuito BB e minha falta de sorte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s