A Maré Viva chega a BH

Senhoras e senhores, está no ar o primeiro Yellow Convida! Tem uma aba no blog explicando do que se trata. Resumindo a obra, você pode mandar textos para eu publicar por aqui :) Começamos com um post do Breno trazendo uma banda nacional pela primeira vez no Yellow.
__________________________________________________________
Troca do baterista e do baixista que era visto pelos fãs como uma espécie de “vice-líder” da banda, encerramento do contrato com uma grande gravadora para um salto no escuro do mundo independente, uma mudança total no estilo das letras e melodias. A soma desses fatores poderia resultar em uma crise e até no esquecimento de muitas bandas dentro ou fora do Brasil, não foi o caso da Fresno.Todos estes fatores só fortaleceram o grupo e estreitaram os laços com os fãs, prova disso é o sucesso da turnê de lançamento do EP “Eu Sou a Maré Viva” que está a todo vapor e chega a Belo Horizonte no próximo sábado (17/05).

Eu, como grande admirador da banda, confesso que fiquei com os dois pés atrás quando soube que esse EP seria bem diferente do “convencional” da Fresno, tendo até mesmo participações especiais do rapper Emicida e do renomadíssimo cantor Lenine. Nada contra nenhum dos dois, mas eu não conseguia pensar em um rap inserido em qualquer música da banda, ou na voz grave do Lenine entrando em conflito com os gritos do vocalista Lucas Silveira, portanto não esperei muito empolgado pelo lançamento. Graças à insistência de um amigo, conferi o EP e tive uma grata surpresa: a música que conta com as duas participações ficou excelente e acompanha mais quatro músicas espetaculares.

Quem for de BH, convido a comparecer ao Music Hall no próximo sábado à noite para conferir pessoalmente essa nova fase da banda. Pra quem não puder ou não quiser pagar R$ 80,00 no ingresso (a meia é de R$40,00), deixo o link da música Manifesto (que conta com as participações de Lenine e Emicida):

E também do making of do EP “Eu Sou a Maré Viva”, inspiração para esse texto:
Gostaria de agradecer a Lari por, mesmo não sendo a maior admiradora da banda, ceder o espaço para esse reles amador que ainda não sabe bem expressar suas ideias no papel e ao Fred Dantas por ter insistido quase que exaustivamente para que eu não desistisse da banda com a saída do Tavares e escutasse as músicas novas. Espero que esse texto exerça em alguém papel parecido com o dele.


Valeu, Breno :)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s